Hospital Universitário

Notícias


HR e HU realizam 400 atendimentos no “Circuito + Saúde Kids”

Um balanço dos Hospitais Regional do Vale do Paraíba e Universitário de Taubaté aponta um resultado positivo: foram realizados 400 atendimentos, entre pais crianças que passaram pelo evento “Circuito +Saúde Kids”, no Via Vale Garden Shopping, em Taubaté.

O evento, realizado na véspera do Dia das Crianças, contou com orientações sobre alimentação saudável, dicas para mudança nos hábitos alimentares da família e exame de Acuidade Visual, que avalia a capacidade da visão, além de muitas brincadeiras e atividades lúdicas.

O objetivo foi de chamar a atenção de pais e filhos sobre dois assuntos que envolvem o desenvolvimento da criança: Saúde Ocular e Obesidade Infantil. Ao longo do dia crianças de todas as idades puderam se divertir nas atrações do espaço, como cantinho da leitura, pintura de desenhos, brincadeiras com palhaços, esculturas de balões e Cosplayers.

Um dos estandes mais visitados foi o do Serviço de Pediatria do HU, onde a equipe médica apresentou uma dinâmica sobre alimentos, com a exposição de diversas comidas industrializadas e o teor de sal e açúcar contidos em cada uma delas. Mais que despertar a curiosidade, a abordar chegou a surpreender os pais que desconheciam os males de muitas guloseimas, como biscoitos recheados, salgadinhos e balas.

Prestigiando o evento, o médico Alberto Peribanez Gonzalez, especialista em Cirurgia Geral, autor de centenas de artigos publicados nas mais importantes revistas científicas internacionais e do livro “Lugar de Médico é na Cozinha”, um clássico sobre alimentação sadia, compareceu para conhecer o espaço.

Para a Coordenadora do Serviço de Pediatria do HU, Dra. Adriana Mukai, o Circuito conseguiu alcançar seu principal objetivo e conscientizar os pequenos. “Houve bastante interesse por parte das famílias e também das crianças pela mensagem que o evento quis passar, que é a importância de hábitos mais saudáveis durante a infância e adolescência, além de reforçar a recomendação da amamentação no primeiro ano de vida”, conclui.


Fonte: Assessoria de Imprensa – Outubro/2014