Hospital Universitário

Instituicional - São Camilo


A história da Sociedade Beneficente São Camilo (SBSC) teve início com o Pe. Inocente Radrizzani, em 17 de julho 1923, cuja primeira atitude foi a de criar um serviço assistencial gratuito para as pessoas menos favorecidas do bairro de Vila Pompéia, na cidade de São Paulo. Com campanhas e donativos de pessoas físicas e jurídicas, Radrizzani construiu a Policlínica São Camilo, inaugurada em 1932 que, 30 anos depois, deu lugar ao atual Hospital e Maternidade São Camilo Pompéia.


A Sociedade Beneficente São Camilo é uma entidade filantrópica e de Utilidade Pública Federal e do Estado de São Paulo. Está inscrita no Conselho Municipal de Assistência Social da cidade de São Paulo onde fica sua sede social.


O Estatuto atual da Sociedade Beneficente São Camilo tem como finalidades:


- prestar assistência à saúde a quantos buscarem seus serviços, sem distinção de nacionalidade, raça, credo, opinião política ou qualquer outra condição;

- desenvolver atividades educacionais na área religiosa e da saúde, podendo, para tanto, fundar e manter escolas, faculdades e outros cursos e franqueá-los a quem de direito os procurar;

- elaborar e editar material didático relacionado com suas finalidades estatutárias;

- prestar serviços de assistência social ao menor por meio de creches e maternais.


Com relação às Atividades Educacionais, a Província Camiliana possui dezenas instituições de ensino em todo o País, do infantil ao nível superior, oferecendo atendimento a pessoas carentes, disponibilizando estrutura e profissionais a serviço do social.


Em suma, a missão da SBSC é testemunhar e incutir no mundo da saúde, da doença e da pobreza, a ação salvífica, misericordiosa, criativa e salutar de Cristo. Em nosso país, a ordem é representada pela Província Camiliana Brasileira que, imbuída nos ideais de São Camilo de Léllis, é mantenedora de mais de 50 hospitais distribuídos por todo o território nacional.



São Camillo de Léllis

São Camilo tem história marcada por dedicar a vida em servir, por espírito de caridade aos doentes, por isso, tornou-se patrono dos enfermos e dos hospitais. Em 1582, Camilo de Léllis pertencia a uma família nobre e tradicional. Foi militar e expulso da tropa por seu caráter e por levar uma vida de forma decadente, repleta de vício em jogos. Perdeu todos os seus bens e, numa situação complexa, foi tocado pela graça divina, quando se arrependeu de todos os pecados e passou então, a dedicar sua vida a servir aos doentes e pobres em hospitais.


São Camilo fundou a Ordem dos Ministros dos Enfermos na cidade de Roma, na Itália, e tinha como objetivo promover a saúde, prestar assistência aos doentes, valorizar o ser humano e a vida em todos os aspectos.


Hoje, a Ordem dos Ministros dos Enfermos está presente em 35 países, disseminando pelo mundo seus ideais. O Santo morreu no dia 14 de julho de 1614 e, em 1886, foi declarado por Leão XIII junto a São João de Deus protetor de todos os enfermos e dos hospitais do mundo católico. São Camilo de Léllis foi canonizado e os Camilianos cresceram no país.


Conheça as demais instituições da SBSC:


• Província Camiliana - www.camilianos.org.br

• Regional Centro-Sudeste - www.saocamilosaude.com

• Hospitais São Camilo SP - www.saocamilo.com

• Centro Universitário - www.saocamilo-sp.br